domingo, 1 de março de 2015

INVOCAÇÃO DO MAL

Olá Kbronscos  e Kbronscas!!!!

Um dos filmes de terror mais comentados nos últimos tempos é Invocação do mal, e o melhor (ou seria pior? Não sei) é que é baseado em fatos reais, o que torna a coisa mais sinistra, mas vamos lá então, ver a história da família Perron.






SINOPSE: 

Tudo o que Roger e Carolyn queriam era paz e tranquilidade para eles e suas filhas, esperavam que comprando uma casa no campo isso seria facilmente alcançado. Mas as coisas não sairia exatamente da forma esperada, logo que chegam na propriedade a cachorra da família sente algo e simplesmente não entra na casa, algum tempo depois ela aparece morta. E tudo vai de mal a pior, Roger precisa viajar a trabalho deixando a esposa e as filhas sozinhas na casa, coisas muito estranhas começam a acontecer, Carolyn coloca fotos da família na parede para que momentos depois elas seja arremessadas. Em uma árvore na frente da casa April, a mais nova das filhas, encontra um antigo brinquedo e decide levá-lo com ela, quando a mãe questiona sobre o brinquedo April diz que através dele pode ver seu novo amigo, um menino que aparentemente havia morado na casa há muito tempo. Christine é uma das que mais sofre com os acontecimentos sombrios da casa, por vezes ela tem o cobertor puxado no meio da noite, até que uma noite pensando que sua irmã era a responsável ela olha e vê por trás da porta uma figura, que somente ela consegue ver, como as coisas começam a ficar extremamente perigosas Roger e Carolyn decidem procurar por ajuda. Sua opção é o casal Warren famosos por lidarem com fatos paranormais, a principio Ed não quer ir ate a propriedade da família acreditando que nada de estranho esta acontecendo lá, mas Lorraine tocada pelo pedido desesperado de Carolyn convence o marido a ir até lá. Assim que entra na casa Lorraine sente toda a energia demoníaca que domina o local. Ao pesquisar mais sobre a propriedade eles descobrem que há vários anos ali morava uma mulher, Bathsheba, que era uma bruxa e havia matado seu filho em um ritual satânico e em seguida se enforcado na árvore em frente a casa, ela amaldiçoou todos os que viessem a morar naquele lugar, a partir dai seu espírito ficou preso a casa e ela força as mães a matarem seus filhos. Sua próxima vitima é Carolyn, mas será que ela conseguirá que essa mãe faça o que ela quer?

INFORMAÇÕES SOBRE O FILME:


Titulo original: The Conjuring
Elenco: Vera Farmiga (Lorraine Warren), Patrick Wilson (Ed Warren); Lili Taylor (Carolyn Parron); Ron Livingston (Roger Perron); Shanley Caswell (Andrea Perron); Hayley McFarland (Nancy Perron); Joey King (Christine Perron); Mackenzie Foy (Cindy Perron); Kyla Deaver (April Perron); Shannon Kook (Drew); John Brotherton (Brad); Sterling Jerins (Judy Warren); Marion Guyot (Georgiana Moran); Steve Coultler (Padre Gordan); Joseph Bishara ( Bathsheba).
Direção: James Wan
Ano de lançamento: 2013
Duração: 112 minutos
Gênero: Terror
Distribuidora: Warner Bros 
Orçamento: US$ 20 milhões
Faturamento: US$318.000.141 milhões
Nota que dou: 10
Curiosidades:
* A história real aconteceu na cidade de Harrisville, em Rhode Island.
* A família Perron mesmo com todas as lembranças ruins, foram ao local de gravação do filme.
* Lorraine Warren ajudou Vera Farmiga a compor seu personagem.
* O filme marca o reencontro de James Wan e Patrick Wilson que haviam trabalhado juntos em Sobrenatural.
*Na cena em que o casal Warren esta palestrando é possível ver Lorraine Warren sentada na platéia.

FOTOS:














































POSTER:

Português






Inglês





Espanhol





WALLPAPER:


 





CAPAS DVD:

Português





Inglês





TRAILER:





TRILHA SONORA:





A HISTÓRIA REAL:

Buscando dar uma vida melhor as filhas Roger e Carolyn compram em 1970 a Fazenda Arnold, que tinha 81 mil metros quadrados e uma plantação original de 1680 feita por John Smith. A casa possuía 10 cômodos e foi construida em 1736.  O casal imaginou que seria o espaço perfeito para suas cinco filhas correrem e brincarem livremente, Nancy e Christine compartilhavam um quarto, Cindy e April outro e Andrea tinha um quarto só pra ela, exceto nas noites que suas irmãs vinham "rastejando até sua cama, tremendo e chorando de medo", como a própria Andrea afirmou.
Logo no primeiro dia a família descobriu que  havia algo de errado naquele lugar, pesquisando sobre o local descobriram que aquela casa havia sido o lar de oito gerações da família Arnold, eles viveram e morreram ali. 
Aos 93 anos a sra. John Arnold se enforcou no no celeiro da propriedade, mas esse não foi o único caso estranho na propriedade durante os anos várias pessoas morreram enforcadas, afogadas, envenenadas e quatro homens morreram misteriosamente congelados.
Também teve o caso de Prudence Arnold de 11 anos que foi estuprada e assassinada, o caso nunca foi solucionado, apesar de acreditarem que o responsável tenha sido um peão da fazenda.
Aos poucos a família entendeu por que o vendedor aconselhou a deixar as luzes da casa acessas durante a noite.
A princípio os fatos sobrenaturais na casa pareciam não ser um problema, com certeza havia mais de um espírito na casa e nenhum deles aparentava ser perigoso ou mal. Tinham uma aparência opaca ou pouco sólida. Um cheirava a flores, enquanto outro ia todas as noites dá um beijo de boa noite nas meninas, outro parecia um menino que brincava no quarto, os Perron ouviam o baralho de algo sendo varrido e quando chegavam na cozinha encontrava a vassoura junto a uma pilha de terra recém varrida.
Existia um espírito que as meninas gostavam muito e lhe deram o nome de "Manny", acreditava-se que se tratava de John Arnold que havia se enforcado no celeiro nos anos de 1700. Ela sempre aparecia para acompanhar as meninas em suas tarefas e brincadeiras e por algumas vezes era possível ver um leve sorriso na mulher, mas Manny sumia rapidamente se alguém fizesse contato visual.
Mas nem tudo era tranquilidade nesse convívio os Perron presenciaram vários fatos inexplicáveis, as camas levitavam a alguns centímetros do chão, o telefone pairou no ar e caiu, os quadros eram tirados das paredes e cadeiras eram tiradas de debaixo dos convidados sem aviso, chegaram a ver sangue  vazar da parede e se dissipar do nada.
Nem todos os espíritos que habitavam o lugar eram amáveis ou bem vindos, existiam alguns que causaram problemas, eles puxavam as pernas e os cabelos das meninas no meio da noite, outros batiam na porta da frente com tanta força que a casa chegava a tremer, portas se fechavam sozinhas enquanto outras simplesmente congelavam e não conseguiam ser movidas, não importando a força usada. Um deles mantinha a família acordada durante a noite choramingando pela mãe, outra atormentava Cindy que na época tinha apenas 8 anos, ela dizia para garota: " Há sete soldados mortos enterrados na parede".
Mas com certeza o pior era o de Bathsheba, que podia ser o espírito de Bathsheba Sherman, e tinha como alvo a mãe da família, Carolyn Perron. Algumas pessoas diziam que Bathsheba era uma bruxa praticante de satanismo,que havia se enforcado em uma árvore atrás do celeiro.
Por não ser uma família religiosa acreditasse que isso foi um dos motivos que fez com que Bathsheba atuasse de forma tão violenta. O que reforça essa teoria é que um pastor morador anterior da casa não relatou qualquer fato estranho.
Lorraine Warren explicou: " Você só tem sua fé como sua proteção. Eu sempre tive a minha fé. Deus me protegendo me permitiu fazer isso. Naquele momento particular, os Perron não tinham religião – e isso foi muito perigoso".
Esse espírito é descrito como uma criatura horrível, ela tinha um rosto"semelhante a uma colmeia de abelhas desidratada" coberto de teias de aranha, sem características humanas exceto pelos vermes que rastejavam através de fissuras em sua pele enrugada do rosto. Sua cabeça, redonda e cinza, era "inclinada para um lado", como se seu pescoço tivesse sido quebrado e um mal cheiro impregnava o quarto quando ela estava presente.
Bathsheba Thayer nasceu em 1812, em março de 1844 casou com Judson Sherman. Quando viva era uma pessoa solitária, foi excluída da comunidade depois de ser acusada de matar seu filho em sacrifício a Satanás, o corpo do bebe foi encontrado com um objeto pontiagudo espetado na cabeça, sem provas o caso foi abandonado. Acredita-se que ela tenha tido outros três filhos, mas todos morreram antes de completarem quatro anos. Porém, seus filhos não foram os únicos a sofrerem com a maldade de Bathsheba, os empregados também eram maltratados por ela, as vezes ficavam sem comer  e por vezes eram agredindo por pouca coisas.
Ela morreu em 25 de maio de 1885, o médico legista disse nunca ter visto nada semelhante ao que aconteceu com o corpo dela, ele havia se solidificado, aparentemente se transformando em pedra.
Com o passar do tempo ficou claro que Bathsheba tinha seus favoritos na casa, eles eram Carolyn a mãe e por vezes ela também atacou Cindy. Mas os sentimentos dela por Roger Perron eram diferentes, quando ele descia ao porão para consertar algo, podia sentir a presença dela e podia senti-la acariciando seu pescoço e passando as mãos em suas costas. Por desejar Roger era claro que Bathsheba queria Carolyn fora da casa.
Carolyn sofreu muito, ela era estapeada, beliscada, tinha objetos jogados contra ela, e seu medo por fogo logo foi descoberto pelo espírito que não demorou a usá-lo como arma para tirar Carolyn da casa. Com o passar do tempo os ataques foram se intensificando e ficando mais violentos, um dia Carolyn estava deitada no sofá, quando sentiu uma dor aguda na panturrilha, examinando o local viu um ferimento que parecia ter sido feito com uma agulha grande de costura.
Sem sucesso em expulsar Carolyn da casa, Bathsheba decidiu mudar de tática e começou a tentar possuir Carolyn.
Acreditando que Carolyn tinha sido possuída, os Perron procuraram pela ajuda do casal Warren, conhecidos investigadores paranormais. Lorraine e Ed logo perceberam que era verdade, e decidiram fazer um exorcismo, Andrea uma das filhas do casal disse o que sentiu naquela noite: "A noite em que pensei que veria minha mãe morrer foi a noite mais terrível de todas. Ela falou com uma voz que nunca tínhamos ouvido antes e uma força que não é deste mundo a jogou a 6 metros de distância em outra sala ".
Ao contrário do que é retratado no filme, o casal Warren não conseguiu expulsar o espírito de Bathsheba, embora suas intenções fossem as melhores possiveis a situação ao redor da família piorou, o que levou a Roger pedir que os Warren se afastassem da casa e da família.
Os Perron descobriram que os únicos moradores não atormentados pelos fantamas foi a familia de um pastor local. O proprietário anterior aos Perron havia contratado um emprenteiro para reformar a casa, o homem estava animado com o trabalho, mas um dia ele parou o trabalho e fugiu, relatos indicam que ele saiu da casa aos gritos, deixando pra trás suas ferramentas e seu carro.
Os Perron não tinham condições financeiras para se mudar, sendo assim tiveram que permanecer na casa por dez longos anos, quando Carolyn percebeu que a familia estava em condições insistiu para que a familia deixasse a casa, e assim eles se mudaram para a Georgia.
Os atuais moradores da casa são Norma Sutcliffe e sua familia, eles possuem a casa desde 1983. Ela e seu marido Gerry afirmam que não somente eles mais alguns visitantes já tiveram algum tipo de experiencia paranormal, tais como, escutar pessoas conversando na sala ao lado, a porta do hall batendo, sons de pessoas correndo ao redor da casa ,já viram uma nevoa flutuando pelos cômodos,e vários visitantes afirmam ter visto a figura de uma mulher idosa com um  coque movendo-se pela casa.


Família Perron
 

 Familia Perron
 

Casa onde os fatos aconteceram


Roger Perron
 


Carolyn Perron
 

Andrea Perron 



Christine Perron
 


Nancy Perron
 


Cindy Perron



April Perron
 


Cemitério da cidade
 

Tumulo de Bathsheba



Vigas do celeiro onde várias pessoas cometeram suicídio


As filhas Perron com as atrizes que as interpretaram


Familia Perron na Premier do filme


O LIVRO:

Andrea Perron lançou uma trilogia na qual relata as experiências que ela e a familia viveram durante o tempo em que viveram na Fazenda Arnold.







 
 OS WARREN:

Edward Warren Miney nasceu em 07 de setembro de 1926 e morreu em 23 de agosto de 2006. Ele foi um veterano da Marinha da segunda guerra mundial e ex-oficial da polícia, que se tornou um dos mais conhecidos demonologista
Lorraine Rita Warren nasceu em 31 de janeiro de 1927, ela é uma medium clarividente.
Os dois fundaram o Museu de Ocultismo na parte de trás da casa deles, depois da morte de Ed, Lorraine administra o local. 
Eles afirmam que já investigaram cerca de dez mil casos sobrenaturais, entre eles alguns famosos como Amityville, Annabelle e o próprio caso da família Perron.
Lorraine continua na ativa, quem tem TV paga pode vê-la em alguns episodios de "Estado paranormal".










VIDEOS:









LORRAINE COM OS INTEGRANTES DE "ESTADO PARANORMAL":





MINHA OPINIÃO:

Com certeza é um dos melhores filmes de terror que já assisti, mas quem já viu algum filme de James Wan sabe que ele adora fazer o tipo de filme, onde o que mais dá medo é o que você não vê. Por ser baseado em fatos reais torna tudo mais temeroso, já que nos mostra que o mal está aí fora sim e pode atingir qualquer um de nós, e infelizmente nem tudo pode ser resolvido como aconteceu no filme.
Tudo nele é muito bem feito, começando pelo elenco de primeira, os efeitos especiais e a sonoplastia que dá um tom mais sombrio a tudo que esta acontecendo.
Acredito que você vai gostar muito desse filme, vai ser uma mistura de sentimentos intensos.

Bjussss, Bjokssss, Bjõessss 




 

1 comentários:

Leandro Barros disse...

Bem que poderia ser lançado o livro em português! Pq o filme é, na minha opinião, o melhor filme de terror que já assisti.

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates