quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

LA BAMBA

Olá Kbronscos e Kbronscas!!!


O filme hoje é dos mais emocionantes que já assisti, tenho certeza que você também se emocionará, vamos lá dançar a La Bamba?!


SINOPSE:

Ritchie é um jovem que tem uma vida conturbada, o pai não dá nenhum auxílio a família, ele vive com sua mãe e seu irmão mais velho que sempre está metido em confusões. Mas tudo parece mudar quado descobre seu amor pela música, depois de sessenta tentativas frustadas, finalmente consegue o reconhecimento e assim sonha dá a família tudo que sempre quis. Se apaixona por Donna uma colega da escola, e os dois enfrentam muitas dificuldade já que Riechie é de descendência mexicana e de nível social inferior, mesmo assim estão dispostos a passar por cima de tudo pra ficarem juntos. Depois de fazer um show na cidade de Clear Lake, como o tempo estava muito frio, ele decide ir de avião, mesmo sendo aquele o maior medo de sua vida, infelizmente o avião cai pouco depois em um milharal matando todos a bordo.

INFORMAÇÕES SOBRE O FILME:

Título original: La Bamba
Elenco: Lou Diamond Phillips (Ritchie Valens), Esai Morales (Bob Morales), Rosanna DeSoto (Connie Valenzuela), Elizabeth Peña ( Rosie Morales), Danielle Von Zerneck (Donna Ludwing), Joe Pantoliano (Bob Keane), Rick Dess (Ted Quillen), Marshall Crenshaw (Buddy Holly), Howard Huntesberry (Jackie Wilson), Brian Setzer (Eddie Cochran), Stephen Lee (The Big Bopper), Sam Anderson (Mr. Ludwing), Jonh Quade (Bartender), Noble Willingham (Howard).
Direção: Luiz Valdez
Gênero: Drama
Duração: 108 minutos
Ano de lançamento: 1987
Nota que dou: 10
Curiosidades:
*Inicialmente o filme se chamaria " Let's go".
*Alguns membros da família de Ritchie aparecem fazendo pontas no filme.

POSTER:

Inglês




Espanhol


CAPA DE DVD:



FOTOS:












FILME PARTE 01:


Ricardo Esteban Valenzuela Reyes

Ritchie nasceu no dia 13 de maio de 1941 em Pacoima, subúrbio de Los Angeles. Ele e seu irmão mais velho se envolveram em várias brigas. Aos 15 anos comprou sua primeira guitarra e já aos 16 formou um banda chamada "Satellites" que era formada por dois negros, um americano de descendência mexicana e um de origem japonesa. Foi descoberto por Bob Keane. Por 60 vezes tentou chegar ao take "Come on let's go", pouco depois seu primeiro compacto foi produzido já com seu nome artístico "Ritchie Valens". Em 1958 participou do filme "Go Johnny Go" o que deu um grande impulso a sua carreira. Logo depois compôs " Donna" um de seus maiores sucessos, a música foi feita pra colega de escola por quem estava apaixonado. Em 03 de fevereiro de 1959 ele, Buddy Holly e Big Bopper morreram quando o avião em que estavam caiu em um milharal, não deixando sobreviventes.

FOTOS:






ELE E DONNA:



ALGUMAS CAPAS DE DISCOS:






DONNA LUDWING:

Após a morte de Ritchie Donna seguiu sua vida, se casou e passou a se chamar Donna Ludwing Raposa, é avó e trabalhou na área imobiliária.



Ela com as guitarras que pertenceram a Ritchie.


Atualmente.


ACIDENTE:

Depois de uma apresentação no dia 2 de Fevereiro de 1959 no Surf Ballroom em Clear Lake, Iowa, Ritchie Valens e seu grupo resolveram aproveitar uma carona no avião Beechcraft Bonanza B35 (V-tail), prefixo N3794N, que pertencia a um amigo de Buddy Holly. O último lugar disponível foi disputado por cara-ou-coroa e ganho por Ritchie . O avião deixou o aeroporto da cidade de Mason por volta da 1h de 3 de fevereiro de 1959, em direção a Moorhead, Minnesotta. Os músicos queriam um descanso da cansativa e gelada viagem de ônibus pelo interior dos Estados Unidos. O piloto não tinha experiência em voar com instrumentos e não soube se orientar com o mau tempo, fazendo com que o avião caísse em um milharal de Albet Juhl algumas milhas depois da decolagem, às 1h05 da manhã, já no dia 03/02/1959. Esse dia ficou conhecido como "O dia em que a música morreu".


 



SEPULTURA:



MEMORIAL:

Alguns fãs construíram no exato local do acidente um memorial a Ritchie.


JORNAL DA ÉPOCA:



PARTICIPAÇÃO DO FILME:


INAUGURAÇÃO DO MEMORIAL VALENS:


MÚSICAS:











MINHA OPINIÃO:

Esse com certeza é um daqueles filmes que você vai chorar. Eu tenho um relação de amor e ódio com esses filmes biográficos  porque sempre quero que o final seja outro, mas infelizmente não tem como. Mas vamos voltar ao filme que é o que interessa rsrsr. Ele marcou uma parte de minha vida, uma história linda, de alguém que tinha um objetivo e que correu atrás do que queria. É uma pena que  tenha morrido tão novo, sem conseguir alcançar tudo que queria e sem mostrar tudo que poderia. Uma lição pra todos nós com certeza. Espero que você goste de nossa dica de hoje e comente.

Bjusss, Bjoksss, Bjõesss



0 comentários:

Postar um comentário

Template by:

Free Blog Templates